fbpx

Porque areias de praias e desertos não são usadas na construção civil?

Reutilização de materiais da Construção Civil
13 de dezembro de 2021

Porque areias de praias e desertos não são usadas na construção civil?

A areia é a principal matéria-prima usada para edificar cidades modernas. O concreto usado para construir shoppings, escritórios e blocos de apartamentos, junto com o asfalto que usamos para construir nossas estradas, são basicamente areias e cascalhos colados.

Como já comentamos aqui no nosso blog, a escassez de areia natural aos poucos vem afetando a construção civil. Essa areia é encontrada em áreas de várzeas, margens e leito dos rios, lagos e praias. Mas, devido ao crescimento das cidades, a demanda por esse recurso tem aumentado mais que a oferta disponível. E você já deve ter se perguntado: por que não se usa areia de desertos ou areia das praias nas construções? Entenda agora!

Os diferentes tipos de areias

As areias podem ser classificadas em três tipos com base no tamanho dos grãos: grossa, média e fina. Essa classificação é importante, pois cada tipo de areia possui características que vão determinar seu desempenho como camadas de pavimento em termos de resistência e capacidade de suporte.

Vale lembrar que, o formato das partículas de areia afetam sua densidade e estabilidade, além do comportamento geral do seu uso. Partículas arredondadas ou lisas demais oferecem menos resistência ao rearranjo do que partículas angulares ou alongadas com superfícies ásperas, por exemplo.

Por que não podemos usar areias de praias e desertos?

As areias do mar e do deserto, em geral, não satisfazem os requisitos das especificações necessárias para uso como material de construção. A grande maioria da areia usada na construção civil vai para a fabricação de concreto e, para esse propósito, os grãos de areia do deserto têm o formato que não funciona. Geralmente, eles são lisos e arredondados demais para se prenderem e formarem um concreto estável. O que pode significar um desastre em termos de fundação e construção.

Além disso, na água do mar, há uma abundância de sal, um agente químico que causa a corrosão do aço e do ferro; ou seja, uma estrutura construída com esse material não seria nada sustentável. E no caso das areias do deserto, elas também possuem uma estrutura aberta que promove pouca interligação entre os grãos.

Apesar da escassez de areia para uso em construções, esses dois tipos de areia não são uma opção para solucionar esse problema. Outras soluções estão sendo estudadas para isso. Quer entender um pouco mais sobre esse tema? Leia nosso artigo! (link areia natural vai acabar?)

Fale com a gente!
🌐 https://www.petraagregados.com.
📍 Minas Gerais | 📞 0800 032 8100
📍 Rio de Janeiro | 📞 0800 039 1600